Vida Profissional ou Profissional da Vida? ProBlogger – Mito ou Realidade?

Postado em Comunicação, Moda por

Depois de um bom tempo de esquecimento na memória de vocês, volto agora para não perder o hábito. rs

E volto para falar de um assunto que ultimamente tem sido até um pouco perturbador de tanto que as pessoas me perguntam. – Como faço para ser uma blogueira? Você me ajuda? Na verdade quando esta pergunta é feita existem MILHARES de intenções subentendidas na mesma pergunta. E se soubéssemos todas as nossas reais intenções, na intimidade e na profundidade, provavelmente não perguntaríamos tanto. Pois a resposta nós já sabemos.

Um “ProBlogger” ou “blogueiro” é o indivíduo que vive dos rendimentos do seu blog. Digamos assim, um blogueiro profissional. Ele faz da sua atividade de postar resenhas e administrar a plataforma a sua profissão. Ganha a vida vendendo espaços publicitários e transformando seu “hobby” em uma mídia especializada no assunto.

Legal isso não? Ganhar para viver fazendo o que gosta, indo a festas e eventos, ganhando produtos, ser reconhecida nas ruas, melhor ainda se forem reconhecidas nas lojas… Enfim. Todas estas bajulações que as mulheres adoram. O problema aqui é o “mito do ProBlogger”, quer dizer… A idéia de ganhar dinheiro e se manter com seus vários blogs fazendo o que mais gosta.

Digamos que no português claro…. “ISSO É FODA!”. Não que seja impossível. É possível sim, afinal se alguns conseguiram outros tem toda as condições de seguir o mesmo caminho. A questão é que estamos trocando os pés pelas mãos. Ou será… Mãos pelos pés?… Enfim, vocês entenderam.

Para ser um blogueiro profissional é necessário ser antes um “bom profissional”. Não troque o profissionalismo pela ferramenta. Blogs são ferramentas, disponibilizam uma gama enorme de recursos de publicidade e visibilidade, e alguns se tornam mídias disputadas pelos anunciantes devido ao grande número de visitas, mas você só consegue mensurar o retorno do seu esforço financeiro se souber definir QUEM ESTA A FRENTE DE QUEM? VOCÊ ou a FERRAMENTA.

Digamos por exemplo que você seja uma especialista em “armas biológicas” – (Ok, ok. Eu sei que este exemplo é meio impossível, mas vamos lá) – e tenha um blog de + ou – umas 30mil pessoas malucas que adoram armas biológicas e visitam seu blog todo mês. Ai você opte por implementar um sistema de afiliados onde nos cliques você já recebe uma porcentagem. Se tudo correr conforme você espera e se todas as 30mil visitas clicarem nas publicidades, no final do mês você estará recebendo um cheque bem gordinho, certo? Certo. Mas e se nem tudo correr conforme você espera? É ai que se define o que é o profissional e o que é a ferramenta.

Vamos pensar de outra forma… Se todos os blogs e websites do mundo explodissem hoje! Viver de blog seria impossível. Então do exemplo citado acima o que sobra é você, como um especialista em “armas biológicas” e os 30 mil malucos que te seguiam. Mas vejam, um especialista em armas biológicas vivendo no Brasil não seria de grande utilidade.

E ai o que você faz?….  Se mata? Entra em depressão porque seu sonho de ser ProBlogger acabou? Vira terrorista???

Se você estava acostumado a pensar que o blog era sua atividade e seu sonho, no português claro, você SE FUD… Pois não existe espaço para profissionais que necessitam das ferramentas para seres bons. Os bons são bons porque se adaptam as ferramentas e não ao contrário.

Arma biológica é sua paixão, mas não existem recursos necessários para você viver desta paixão. Mas ao menos tempo existem cerca de 30mil malucos que também são interessados na mesma coisa, a diferença é que você é um especialista e eles não. Portanto estão sedentos para saber mais. Se você tem estas duas informações na mão e não existe mais blogs para se comunicar com eles, você simplesmente esquece? O bom profissional, de alguma forma, vai encontrar uma maneira de entrar em contato com estas pessoas e tentar formar sua pequena comunidade. E talvez este esforço lhe traga algum retorno financeiro. Quem sabe o Bim Ladem não patrocina né?

Onde quero chegar com todo este discurso?….. Para quem já entendeu legal, para quem não entendeu ai vai a dica.

Viver das atividades que realiza nos blogs é como ser especialista em armas biológicas. A paixão existe, o desejo e a vontade, mas ainda não dá para viver só de paixões e desejos. A não ser que o seu profissionalismo esteja bem à frente de todas as ferramentas existentes. E se isso acontece, pouco importa se você é ProBlogger ou blogueiro ou jornalista ou químico ou outra coisa qualquer.

Você é um profissional e será profissional sempre, com qualquer ferramenta que estiver utilizando. A maioria das blogueiras conhecidas não ganha a vida com os blogs, a maioria tem profissões definidas e os ganhos advindos dos blogs servem para complementar uma renda. Não existe mágica no processo.

Os poucos ProBloggers brasileiros que existem nem sabiam que um dia seriam chamados assim. Mas já sabiam que não podiam ser nada se não fossem bons profissionais.

Bjs e até a próxima.

Ricardo

9 Comentários em Vida Profissional ou Profissional da Vida? ProBlogger – Mito ou Realidade?

  1. Kelly

    19/9/2010 às 22h40

    Adorei a fotinha! hahahahah Mas eh bem isso mesmo… inocente quem acha que se pode viver fazendo apenas o que queremos e o q gostamos e q a vida de blogueira eh somente o glamour e os presentes ;D

    Responder
    • Ricardo

      21/9/2010 às 02h58

      Comentário resposta para Kelly

      A vida de blogueira também pode ser glamour e presentes. Mas antes de tudo a gente sabe que para ganhar presentes é necessário que se tenha sempre algo para trocar. Nenhuma blogueira vai ganhar presentes de uma empresa porque ela é bonitinha… rs.

      Bjs

      Responder
  2. Ana

    20/9/2010 às 23h24

    Você é sempre tão grosseiro nos seus textos … é fácil se expressar com educação sabia?!

    Responder
    • Ricardo

      22/9/2010 às 12h47

      Comentário resposta para Ana

      Ana. Não sou mal educado. Sou somente educado… Veja minha querida. Antes de mais nada devemos ver porque meus textos te incomodam tanto. Veja que vc pode ler qualquer coisa e ficar incomodada, portanto não é o autor que te incomoda, mas sim, vc que fica incomodada com o que lê.

      Pense o que te incomoda nos meus textos e conversamos.

      Bjs

      Responder
  3. Crislâine

    21/9/2010 às 08h33

    Na verdade, muitas pessoas acham que as blogueiras e blogueiros desse mundo afora ganham horrores por apenas publicar posts. Mero engano. Todo mundo que tá por trás de um blog sabe que faz isso primeiramente por amor a alguma coisa, mas sem pensar em dinheiro ou fama. Posso falar por mim, pois eu sou assim.

    Gostei muito do teu texto Ricardo!

    Beijos

    Responder
  4. Priscila Folco

    21/9/2010 às 13h37

    Oi Su, vim conhecer seu blog.
    Estou gostando viu..
    vou passar por aqui sempre.

    gostei do texto.

    beijosss

    Responder
    • Sussu

      21/9/2010 às 16h57

      Comentário resposta para Priscila Folco

      Oi Pri,
      Que bom que vc gostou do blog!!!
      Seja bem vinda! =D

      Beijos Sussu

      Responder
  5. Ariana Souza

    22/9/2010 às 19h25

    Ricardo, eu adoro os seus textos. E eu sei que vc nem ligou pro comentário da pessoa que te chamou de mal educado..¬¬
    Mas, eu sei que muitos acham que nós blogueiros ganhamos muito bem para publicar algo legal no Blog, como a Cris disse acima. Mas, eu concordo com ela..a gente rala muiiiiiiito pra fazer algo bem bacana. Eu faço pq AMO, adoro escrever e deixar minhas leitoras felizes com o que vê. Sei lá se sou uma profissional..rsrsrsrsrsrs. Mas, estou tentando chegar lá.
    Grande Abraço,
    Ari.

    Responder
  6. Clê

    2/11/2011 às 23h21

    Olá Sussu e Ricardo.
    Hoje foi a minha primeira visita ao seu blog e vim ler sobre a glossy box(minha filha queria que eu fizesse uma assinatura), achei legal e de repente eis que estou lendo sobre as dificuldades em ser um problogger.
    Eu tenho um mega blogger, são mais de um milhão de visitas e normalmente ele esta no topo de das pesquisas do google. No entanto ninguém nunca me convidou para nenhum evento, nunca ganhei nenhum presente e agora que estou começando a anunciar e fazer parcerias e meu blog existe desde 2008, ou seja, são três anos de dedicação.
    Me sinto extremamente feliz em colocar meus conhecimentos à disposição das pessoas então mesmo nao tendo nenhum retorno financeiro, cada vez que abro a caixa de mensagens e encontro seja comentarios sejam mails com perguntas me sinto muito recompensada pelo meu trabalho. Da mesma forma mesmo sabendo que o numero de seguidores não aumenta da forma desejada, sei que muitas pessoas lêem e até mantém como favorito mas optam por não seguir ou não tem como hábito.
    Faço o que faço porque antes de tudo é como está no texto: sou uma profissional, blogueira é apenas consequência.
    Agora uma crítica, não ao seu blog nem a nenhum blog especificamente, mas as pessoas preferem acessar assuntos relacionados a beleza do que assuntos sérios. Por isso os acessos ao meu blog também me deixam muito feliz, pois falo de um assunto que para maioria é chato, que são cálculos de processos trabalhistas.
    No entanto não penso em desistir, pois mesmos para os assuntos mais complexos (chatos para alguns, necessários para muitos) é preciso que hajam pessoas que saibam escrever a respeito.
    Grande abraço a todos.

    Cle
    calculostrabalhistasgratis.blogspot.com

    Responder

Deixe uma resposta para Clê